Nutrição

Fontes Credíveis Sobre Nutrição

Eu acho que todos nós temos a perceção que a informação que existe sobre nutrição é muito fluida e, por vezes, contraditória. Encontramos autoridades eminentes, com todos os títulos que conferem a mais elevada reputação, a defenderem ideias sobre nutrição que são contraditas por outras autoridades igualmente eminentes.

Depois, existem pessoas sem ética, que publicam informação sobre nutrição, quase sempre marketing, com o intuito de ganharem dinheiro, e apresentam-se como o guru da nutrição e da longevidade. Por vezes, sob a capa do herói, que combate a indústria farmacêutica ou qualquer outra associada à nutrição humana, defendem ideias sem qualquer validação científica e que até podem ser prejudiciais ou até mortais. Quantos tratamentos naturais existem por aí para o cancro sem qualquer validação empírica?! Nem é a questão de não terem validação da ciência, mas o facto de não existir qualquer boa fé dos respetivos promotores, despreocupados com a mera validação empírica das suas experiências, focados nos EUROS e nada mais.

Confesso que confio muito nalguns profissionais que comunicam muito sobre nutrição e cuja credibilidade é inquestionável:

Michael Greger

Tem um canal no youtube onde publica vídeos, nunca muito extensos, diretos ao que interessa, sobre estudos científicos sobre nutrição, com o acréscimo da interpretação dele, uma pessoa inteligente e que tem o dom da comunicação.

Rhonda Patrick

É uma cientista muito interessada na nutrição e na sua relação com a saúde, doenças e longevidade. E é uma excelente comunicadora. Tem um canal no youtube, onde publica dezenas de entrevistas sobre nutrição com cientistas que trabalham na linha da frente da ciência no estudo sobre estes temas.

Dean Ornish

É fácil encontrar vídeos no youtube sobre as ideias do Dean Ornish, especialmente sobre o papel da nutrição na reversão da doença cardíaca.

Caldwell Esselstyn

É um cirurgião na Cleveland Clinic e também participa ativamente em entrevistas, debates e conferências, que são fáceis de encontrar no youtube, onde defende uma diea à base de plantas para prevenir e reverter as doenças do coração.

T. Colin Campbell

Especialista em nutrição, foi responsável pelo maior estudo epidemiológico já realizado, e defende uma alimentação baseada em plantas.

Nutrição

Dieta Saudável – Menos Carne E Açucar, Mais Frutas, Legumes E Nozes

The Lancet, um conjunto de jornais associado ao tema da saúde e da medicina, lançou uma comissão sobre nutrição, cuja primeira iniciativa foi a publicação dum estudo que descreve uma dieta que pode salvar milhões de pessoas de mortes prematuras e contribuir para uma gestão sustentável dos recursos do planeta.

A dieta é baseada no aumento do consumo de alimentos saudáveis ​​(como vegetais, frutas, grãos integrais, legumes e nozes), e uma diminuição significativa do consumo de alimentos não saudáveis ​​(como carne vermelha, açúcar e grãos refinados).

Uma equipa de cientistas desenvolveu uma dieta que pode melhorar a saúde e, ao mesmo tempo, garantir a produção sustentável de alimentos.

A dieta implica uma diminuição do consumo de carne vermelha e de açucar em metade e no aumento do consumo de frutas, legumes, verduras e nozes.

Pode prevenir até 11,6 milhões de mortes prematuras e reduzir doenças crônicas, tais como doença coronária, acidente vascular cerebral e diabetes, para além de contribuir para melhorar o ambiente e a própria saúde do planeta.

A dieta decompõe a ingestão diária ideal de grãos integrais, vegetais ricos em amido, frutas, laticínios, proteínas, gorduras e açúcares, representando uma ingestão calórica total diária de 2.500.

A dieta aconselha as pessoas a consumirem 2.500 calorias por dia, o que é um pouco mais do que as pessoas estão comendo hoje. As pessoas devem comer uma variedade de alimentos à base de plantas, baixas quantidades de alimentos de origem animal, gorduras insaturadas e não saturadas, grãos refinados, alimentos processados ​​e com adição de açucar.